terça-feira, 26 de outubro de 2010

A Rotina

Ando tão inserida na rotina que não tenho mais encontrado tempo para sonhar. Isso me faz mal. É como se um veneno tomasse conta de todo o meu corpo lentamente, sem que eu nada pudesse fazer. Ou como se eu  me afogasse devagar a ponto de perceber a água adentrando em meus pulmões vagarosamente, sem entretanto, ter força suficiente para voltar à superfície.

Prá onde foi a poesia da minha vida?

sábado, 9 de outubro de 2010

Minutos preciosos

A solidão nem sempre é um pesadelo. Na verdade,  é uma solução. Ler um bom livro, escrever, assistir um filme, ouvir música, sonhar acordada, dormir. Simplesmente ficar horas e mais horas fazendo nada e tudo ao mesmo tempo. Corpo em repouso, cabeça a mil por hora. Atividades que até posso executar acompanhada, mas que quase sempre, prefiro fazer em meus momentos de solidão.
Às vezes é preciso estar só para sermos nós mesmos.